PUBLICIDADE
19 jun 2020, 14h24

Estudos Espanhóis destacam crescimento da audiência online do rádio durante quarentena

Um dos epicentros da pandemia do novo coronavírus, a Espanha viu a audiência de rádio em ambientes digitais crescer de forma significativa. O grupo PRISA, responsável por marcas como Los 40, Cadena SER, Radiolé, Cadena Dial, entre outras redes de rádios, divulgou um relatório que mostra a evolução da audiência de rádio durante o isolamento social e também as oportunidades vistas por anunciantes para estabelecerem relacionamentos mais próximos e profundos com seus públicos.

 O grupo espanhol destacou um dado do relatório feito pela IPG Mediabrands, que apontou crescimento de 112% do público digital de rádio online durante o período de isolamento social. Vale recordar que a audiência de rádio, assim como o consumo de mídia, está em alta em praticamente todos os países que enfrentam a pandemia do novo coronavírus.

 Na área de publicidade, outro dado positivo para o meio: o rádio passou de 24,13% para 25,12% da memória publicitária, sendo o meio que mais aumenta sua notoriedade, de acordo com estudo da YMedia Vizeum.

 O isolamento também tornou o rádio o meio mais credível e confiável para obter informações, de acordo com o recente estudo da Havas Media Group Espanha, também citado pelo grupo SER.

O Havas Media Group Spain, rede de mídia pertencente ao Havas Group, realizou um estudo sobre o  impacto da covid-19 nos hábitos de consumo e na mídia e suas consequências na Espanha, panorama realizado em colaboração com  O Canal Sondeo. O material posiciona o rádio como fonte de maior credibilidade para os espanhóis durante a crise do coronavírus.

O relatório destaca o “importante papel do rádio, que lidera o ranking de credibilidade / confiança nas informações da mídia, seguido de TV, imprensa impressa e online”. O índice de confiança do rádio é bem superior ao das redes sociais, estas que estão posicionadas como o suporte menos credível, seguido pela internet, amigos e familiares.

O levantamento espanhol colabora com algo já visto no Brasil, quando o Datafolha apontou o rádio (programas jornalísticos) entre as fontes de maior credibilidade para os brasileiros durante a pandemia, assim como TV e jornais impressos. A pesquisa foi divulgada na segunda quinzena de março.

Em relação às marcas, o estudo espanhol destaca que o período atual é um momento muito importante para mostrar seus objetivos, valores e políticas de RSE (Responsabilidade Social Corporativa ou Responsabilidade Social Corporativa Empreendedora).

Segundo Eduardo L Tomazini, diretor da POP FM, esses dados mostram o quanto a credibilidade do rádio é alta. As rádios se mostraram sendo a fonte de maior credibilidade durante o isolamento e essa confiabilidade ajuda as marcas pois contribui para a confiança dos consumidores e anunciantes”, afirmou.